segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Acordei neste espírito


O tempo da dor, as frustrações, a solidão
Angústia de estar vivendo sem saber quando vai mudar
Eu nunca te vi, mas reconheço que estás aqui
Eu vou me levantar, já vejo acontecer quando eu te tocar
Eu sei que posso te alcançar
Decidi, não vou desistir
Vou lutar contra a multidão
Lançar-me aos teu pés e te tocar
Há virtude em ti pra sarar o meu mal
Transformado serei se ao menos te tocar

POR QUE AS PESSOAS SOFREM?


     — Vó, por que as pessoas sofrem?
     — Como é, minha neta?
     — Por que as pessoas grandes vivem bravas, irritadas, sempre preocupadas com alguma coisa?
     — Bem, minha filha, muitas vezes porque elas foram ensinadas a viver assim.
     —Vó...
     —Oi...
     — Como é que as pessoas podem ser ensinadas a viver mal? Não consigo entender. Na minha escola a professora só me ensina coisas boas.
     — É que elas não percebem que foram convencidas a ser infelizes, e não conseguem mudar o que as torna assim. Você não está entendendo, não é, meu amor?
     —Não, Vovó.
     — Você lembra da estorinha do Patinho Feio?
     — Lembro.
     — Então... o Patinho se considerava feio porque era diferente. Isso o deixava muito infeliz e perturbado. Tão infeliz, que um dia resolveu ir embora e viver sozinho. Só que o lago que ele procurou para nadar havia congelado e estava muito frio. Quando ele olhou para o seu reflexo no lago, percebeu que ele era, na verdade, um maravilhoso cisne. E, assim, se juntou aos seus iguais e viveu feliz para sempre.
     — O que isso tem a ver com a tristeza das pessoas?
     — Bem, quando nascemos, somos separados de nossa Natureza-cisne. Ficamos, como patinhos, tentando aceitar o que os outros dizem que está certo. Então, passamos muito tempo tentando virar patos.
     — É por isso que as pessoas grandes estão sempre irritadas?
     — É por isso! Viu como você é esperta?
     — Então, é só a gente perceber que é cisne que tudo dará certo?
     — Na verdade, minha filha, encontrar o nosso verdadeiro espelho não é tão fácil assim. Você lembra o que o cisnezinho precisava fazer para poder se enxergar?
     —O que?
     — Ele primeiro precisou parar de tentar ser um pato. Isso significa parar de tentar ser quem a gente não é. Depois, ele aceitou ficar um tempo sozinho para se encontrar.
     — Por isso ele passou muito frio, não é, vovó?
     — Passou frio, fome e ficou sozinho no inverno.
     — É por isso que o papai anda tão sozinho e bravo?
     — Não entendi, minha filha?
     — Meu pai está sempre bravo, sempre quieto com a música e a televisão dele. Outro dia ele estava chorando no banheiro...
     — Vó, o papai é um cisne que pensa que é um pato?
     — Todos nós somos, querida. Em parte.
     — Ele vai descobrir quem ele é de verdade?
     — Vai, minha filha, vai. Mas, quando estamos no inverno, não podemos desistir, nem esperar que o espelho venha até nós. Temos que exercer a humildade e procurar ajuda até encontrarmos.
     — E aí viramos cisnes?
     — Nós já somos cisnes. Apenas temos que deixar que o cisne venha para fora e tenha espaço para viver e para se manifestar.

Sejamos como as flores!




Mestre, queria lhe perguntar algo: como faço para não me aborrecer com as pessoas?



Algumas falam demais, outras são maldosas e invejosas. Algumas são indiferentes. Sinto ódio das que são mentirosas e sofro com as que caluniam.

"Viva como as flores”, advertiu o mestre. Mas como? Como é viver como as flores? Perguntou à jovem.


Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim.


Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas. Não é sábio permitir que os erros e defeitos dos outros a impeçam de ser aquilo que Deus espera de você.


Precisamos entender que os defeitos deles, são deles e não seus.


Se não são seus, não há razão para aborrecimentos.


Exercitar a virtude é rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores.


Você não precisa focar nos erros alheios, justificando assim sua insatisfação com a vida e as circunstâncias.


Tire a boa parte do adubo que chega até você!


Seja uma flor cujo aroma é agradável aos que estão ao seu redor. Exale esse aroma.


Não deixe que o seu foco esteja no adubo.
Sê tu uma benção!
Rosana Oliveira

sábado, 22 de outubro de 2011

Acordei neste espírito



Agora Nós Estamos Livres

Liberdade Poderosa
Libertadora da alma
seja livre
Ande comigo
Através dos campos dourados
Tão adoráveis
Adoráveis

Nós lamentamos nossos pecados
Mas nós tecemos nosso próprio destino
E sob o meu rosto
Eu permaneço frágil
Sob meu rosto
eu sorrio
Mesmo sozinho/ amedrontado
Sob Meu rosto eu estarei
Esperando

Corra comigo agora soldado de Roma
Corra e brinque nos campos com os pôneis
Corra comigo agora soldado de Roma
Corra e brinque nos campos com os pôneis
Corra comigo agora soldado de Roma
Corra e brinque nos campos com os pôneis
Corra comigo agora soldado de Roma
Corra e brinque nos campos com os pôneis

Liberdade Poderosa
Libertadora da alma
Descanse agora
E imagine
descansando em paz no final
É adorável esse lugar
É adorável, ninguém pode acreditar ou entender
Como vim de tão longe somente pela família
Minha família
eu deveria estar lá com eles quando o mundo desabou
Mas agora eles descansam comigo
Eu nunca esquecerei
Como senti aquele momento
Eu me libertei

Now we are free

Anol Shalom
Anol sheh lay komud de ne um (Shaddai)
Flavum
Nom
de leesh
Ham de nam um das
La um de
Flavne...
We de ze zu
bu
We de sooo a ru
Un va-a pesh a lay
Un vi-i bee
Un da la
pesh ni sa (Aaahh)
Un di-i lay na day
Un ma la pech a nay
mee di nu ku
(Fast tempo, 4 times)
La la da pa da le na da na
Ve va da pa da le na da dumda
Anol Shalom
Anol Sheh ley
Kon-nud de ne um
Flavum
Flavum
M-ai shondol-lee
Flavu... (live on)
Lof flesh lay
Nof de lis
Ham de num um dass
La um de Flavne...
Flay
Shom de nomm
Ma-lum des
Dwondi
Dwwoondi
Alas Sharum du koos
Koot-tum

Frase de Inspiração

Não admita que o Universo faça 


você esperar o seu momento de 


felicidade, exija, suplique, bata no 


peito e diga: 


"EU QUERO SER FELIZ AGORA"!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Acordei neste espírito


Deus está me preparando
Para um novo tempo
Deus está me ensinando
A viver pra Ele cada momento
E a tribulação só produz
Em mim paciência
E a solidão nunca vai me roubar
A certeza da sua presença.
Deus está me ensinando
A viver
Deus está me ensinando
A sonhar
Deus está me preparando
Para ver
Todas as promessas
Que eu vou conquistar
Deus está me ensinando
A obedecer
Deus está me ensinando
A amar
E enquanto eu espero a minha benção
Deus está me ensinando a adorar
Me ensinando
Deus está me ensinando a adorar.
No dilúvio
No êxodo
Na prisão
Na pobreza
Na escassez
Na seca do sertão
No calor do deserto
No mar que foi aberto
Naquele projeto
Que nunca deu certo
Nos enlutados que choram seus mortos
Nos escombros de um terremoto
Nas ruínas de um muro caído
No choro da mãe
Que perdeu o seu filho querido
Nos grito de pavor
No silêncio da dor
Nos currais do palácio
Nos hinos de louvor
Na cova dos leões
Na morte de cruz
Nas gotas de sangue
Que verteu Jesus
Nas tribulações
E nas perseguições
Nas notas de muitas e muitas
E muitas e muitas canções
Me ensinando
Deus está me ensinando a adorar.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011