O mel, o leão e o enigma de Sansão!

O mel, o leão e o enigma de Sansão!

Depois de alguns dias, Sansão e seus pais desceram para o casamento.

E logo após a cerimonia, Sansão deu um banquete, como era o costume dos noivos.

Como hoje, naquela época em festas de casamentos se convidavam os amigos. Mas como Sansão estava em terra estranha, não pode convidar seus amigos, de modo que só haviam convidados filisteus.

Então a noiva convidou 30 amigos filisteus para sua festa de casamento que duraria uma semana.

Foi quando Sansão propôs um enigma sobre o leão e o mel aos trinta convidados ali presentes e uma aposta.

E Sansão lhes disse:

_ Atenção meus convidados! Eu tenho uma adivinhação... Quero ver se vocês filisteus além de bárbaros são inteligentes.

_ Hum... E o que vamos apostar?

_ Aposto trinta túnicas de linho puro e trinta roupas finas que, antes de se passarem os sete dias da festa de casamento, vocês não me darão a resposta.

Eles responderam:

_ Então diga qual é a adivinhação?

Sansão disse:

_ Do que come saiu comida, e do forte saiu doçura.

_ Comé queé??? Que droga e enigma este?

_ É isso aí, vocês têm sete dias...

Passaram-se três dias e eles ainda não haviam encontrado a resposta para a adivinhação.

Como os filisteus não gostavam de perder para os hebreus nem par ou impar, no quarto dia disseram à mulher de Sansão:

_ Dê um jeito de fazer o seu marido dar a resposta da adivinhação.

_ Mas porque deverei eu trair meu marido?

_ Se você não fizer isso, nós vamos pôr fogo na casa do seu pai e vamos queimar você junto.

Os filisteus como animais irracionais eram cruéis e traiçoeiros, mesmo com seu próprio povo.

_ Porque vocês estão fazendo isso comigo? Vocês são meus convidados especiais... Disse a esposa de Sansão.

_ Porque odiamos este Hebreu e porque vocês só nos convidaram para poder nos roubar, e nos humilhar, não foi?

Sem alternativa, a mulher de Sansão lhe procurou desesperada e disse:

_ Meu amor, conte-me o segredo de seu enigma...

_ De jeito nenhum minha querida!

_ VOCÊ NÃO ME AMA! NÃO... VOCÊ ME ODEIA!

_ O quê? Tá ficando maluca mulher, que nóia é essa?

_ Você deu uma adivinhação aos meus amigos e não me contou a resposta!

_ Mas eu não contei nem para o meu pai nem para a minha mãe.

_ Mas eu sou sua esposa!

_ E Por que acha que eu iria contar para você?

_ ÓÓÓ... VOCÊ É UM MONSTRO INCENSÍVEL!

Então ela chorou durante os outros dias da festa.

E quando sansão tentava falar com ela...

_ Oi querida...

_ VOCÊ É UM HOMEM SEM CORAÇÃO!

No sétimo dia, como a mulher não mudava o semblante de tristeza, ele disse a resposta.

E ela foi correndo contar aos filisteus.

E assim, já com a resposta esperam chegar ao sétimo dia e antes de anoitecer os filisteus disseram a Sansão:

_ Sansão?

_ Olá!

_ Queremos responder ao seu desafio...

Sansão mandou parar a música e reuniu a todos os convidados.

_ Pois então me digam...

_ Foi muito fácil, Sansão...

_ Então digam!

_ Lá vai... Que coisa é mais doce do que o mel? E o que é mais forte do que o leão?

_ HÃ?

_ Isso mesmo, mel e leão!

_ MALDITOS INCIRCUNCISOS! VOCÊS SÓ PODEM TER TIRADO ESTA RESPOSTA DE MINHA ESPOSA!

Neste instante, a esposa de Sansão sai da sala.

_ Agora que ganhamos sua aposta Sansão, deve nos pagar, certo?

_ Voltem aqui amanhã e eu lhes pagarei.

Sansão estava muito furioso com sua mulher e com os filisteus.

Então o Espírito do SENHOR fez com que Sansão ficasse forte, e ele desceu até uma cidade dos filisteus, Ascalon, que ficava cerca de 40 quilômetros de distância, o que daria uns 7 ou 8 horas a pé.

Ao chegar lá, matou trinta homens e levou as vestes deles como despojo para pagar a aposta.

Ele estava com muita raiva, tanto com os filisteus como de sua esposa, que o havia traído durante sua festa de casamento.

Por esse motivo, recusou-se a continuar casado com ela, e decepcionado voltou para a casa de seus pais.

Com o sumiço de Sansão, sua mulher acabou sendo dada ao homem que tinha sido o padrinho de casamento dos dois.

Sansão tinha aprendido com esta experiência que a vaidade e o egoísmo só levam ao pecado e a desilusão.

Voltando para casa, sozinho e arrasado, o que sentia servia pelo menos para impulsioná-lo a encontrar um caminho melhor.

Deus ainda poderia usá-lo a fim de levar Israel a completa vitória sobre os filisteus.

No entanto, Deus continuaria a trabalhar através de Sansão, na medida em que este lhe permitisse usá-lo.

Autor:Clailton Luiz - Empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Autor do Livro “Empreendedor Gourmet”, Professional e Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment. Líder de Jovens e adolescentes, pregador, professor e amante da Palavra de Deus!
#sansão #prova

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que significa uma guirlanda em sua porta?

Não sou o que os outros querem que eu seja, eu sou quem eu tenho que ser