quinta-feira, 28 de abril de 2016

O sofrimento não pode nos fazer desistir - Pe. Fábio de Melo - Direção E...

Mulheres fortes

Como é difícil encontrar uma boa esposa!Ela vale mais do que pedras preciosas.
O seu marido confia nela e nunca ficará pobre.
Em todos os dias ela só lhe faz o bem e nunca o mal.
Está sempre ocupada.
É esforçada, forte e trabalhadora.
Conhece o valor de tudo o que faz e trabalha até tarde da noite.
Ajuda os pobres e necessitados.
É forte, respeitada e não tem medo do futuro.
Fala com sabedoria e delicadeza.
A formosura é uma ilusão e a beleza acaba. Mas a mulher que teme o Senhor Deus será elogiada. Deem a ela o que merece por tudo o que faz, e que seja elogiada por todos.
Trechos de provérbios 31
‪#‎mulher‬

terça-feira, 26 de abril de 2016

Para construir uma história leva-se uma vida 

inteira.

Para destruí-la basta uma atitude errada!

segunda-feira, 25 de abril de 2016

#pecado

Quem tenta esconder os seus pecados não 

terá sucesso na vida, mas Deus tem

 misericórdia de quem confessa os seus

 pecados e os "abandona". Prov. 28:13
Quando a nação tem líderes inteligentes e

sensatos, ela se torna forte e firme; mas 

quando a nação peca, ela muda de governo 

toda hora. Prov.28:2


sábado, 23 de abril de 2016

Os desejos das

pessoas são como o 

mundo dos mortos: 

sempre há lugar para 

mais um.

#pecado

quarta-feira, 20 de abril de 2016

A pessoa honesta 

pode cair muitas 

vezes, 

que sempre se 

levanta de novo.

Mas a

 desgraça acaba com 

os maus. Prov.27:16


#cair #levantar

terça-feira, 19 de abril de 2016

O bem mais precioso

As coisas mais caras e mais raras sempre acabam nas mãos daqueles que podem mais, que vivem melhor, que vão a lugares incríveis, que vivem vidas invejadas por muitos.
O melhor carro, a melhor  roupa, a melhor comida, os melhores lugares e as melhores companhias. 
O que permanece nas mãos destes é o que tem melhor qualidade.
Talvez você se questione: Por que eu só arrumo namorado vagabundo ou mulher promíscua? Por que os bons não se aproximam de mim e eu acabo sempre me envolvendo com pessoas de caráter ruim?
A resposta talvez seja tão simples e tão óbvia que você ainda não se deu conta de que falta você se valorizar mais. De que adianta uma beleza exterior, se você bebe constantemente, se sai com frequência, se não escolhe com quem relacionar. Se atira a primeira proposta que aparece pela frente.
Quem quer qualidade avalia tudo que vai adquirir, inclusive o comportamento e os hábitos daquele com quem pretende se relacionar, pois acima de tudo, está a reputação que ele construiu com muito trabalho e respeito.
Avalie-se. Mude. Escolha. Aja como alguém que é e busca qualidade.

"Como joia de ouro no focinho de uma porca, assim é a mulher formosa que não tem discrição. Provérbios 11:22"

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Quem bebe demais fica barulhento e caçoa

 dos outros; o escravo da 

bebida nunca será 

sábio.
ESTOU DOANDO MEUS FILHOS. MOTIVO: MUDANÇA.
Eu e meu marido decidimos mudar para um bairro melhor, mas só conseguimos um apto menor que o nosso, assim, estamos tendo que doar nossos filhos. São eles:
- Camila, menina, 13 anos, já está namorando. Essa tenho urgência de doar, antes que me apareça grávida e complique a situação. Sabe lavar, passar e cozinhar.
- Douglas, menino, 08 anos. Com esse estou pensando em ficar, pois demonstra ter talento pro futebol, mas se aparecer alguém realmente interessado e que possa investir no futuro dele, faço negócio.
- Daniela, menina, 05 anos. Meiga e boazinha, convive bem com outras crianças. Ela tem um cachorrinho, mas com o cachorrinho eu ficarei, porque sou apegada a ele, e ele é quietinho e não me dá trabalho algum.
- Carlinhos, menino, 09 meses. Preciso doar com urgência também, pois bebês que ainda choram em aptos podem incomodar os vizinhos. Se alguém se interessar em adotá-lo, mas não puder pagar a babá, posso doar minha mãe junto, ela tomará conta do bebê . Caso optem apenas pelo bebê, mamãe irá para um asilo.
Todas as crianças estão com as vacinas em dia, e levarão suas camas, colchões, cobertores e roupinhas. Mamãe também está com a vacina da gripe em dia. Interessados favor telefonar com urgência para o numero do anúncio... Se não conseguirmos doá-los até o dia da mudança, infelizmente teremos que deixá-los na rua.
Você faria isso com seus filhos? Então não faça com seus cães e
gatos, eles também têm sentimentos! Ao adotar um cão ou um gato, avalie sempre que sua vida poderá mudar e você terá que levá-los pra onde for, porque animais não são descartáveis, são VIDAS! assustaram né?

A D O T E E E E E E E E E E e castra teus bichinhos, pelaaamor!

sexta-feira, 8 de abril de 2016

#DEUS


Recomendo este filme

O Chef Adam Jones tinha tudo - e perdeu. Um rockstar vencedor de duas estrelas Michelin com maus hábitos para acompanhar, o então enfant terrible da cena gastronômica parisiense fazia tudo sempre diferente e só se preocupava com a emoção de criar explosões de sabores, deixando os outros à mercê do seu temperamento igualmente explosivo. Para recuperar sua própria cozinha e ganhar aquela tão sonhada terceira estrela Michelin, ele vai precisar da ajuda dos melhores entre os melhores, inclusive da bela Helene.
A pessoa que se mantém calma é sábia, mas a que facilmente perde a calma mostra que não tem juízo.
A paz de espírito dá saúde ao corpo, mas a inveja destrói como câncer.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Cresci em uma certa denominação, mas nunca conheci a Deus de verdade.
Com 13 anos comecei a namorar sério. Antes disso, eu só “ficava” com os meninos. Fiquei três anos com esse namorado que me traiu várias vezes. Eu fui me tornando uma pessoa complexada demais, me achava feia e me sentia muito insegura, então resolvi ser uma pessoa diferente. Terminei esse relacionamento e saí dessa igreja. Comecei a usar roupas curtas e a ficar com um monte de meninos de uma vez. Comecei a chamar atenção das pessoas, queria ser a mais bonita, pois pensava que, sendo linda, algum namorado iria me valorizar e não me trairia.
Então eu fui me tornando uma pessoa vulgar e comecei a fazer coisas erradas para preencher um buraco que havia dentro de mim. Comecei a beber todos os dias, me relacionava cada vez mais com homens e comecei a me relacionar com mulheres também.
Com 16 para 17 anos eu comecei outro relacionamento sério com um rapaz que me apresentou às drogas (maconha e cocaína). Comecei a usar também e a fumar cigarro, e só fui me afundando cada vez mais. Entrei em uma academia e comecei a tomar anabolizantes para ficar com o corpo de “funkeira”.
Quando esse relacionamento chegou ao fim, eu estava muito frustrada com os homens e decidi brincar com eles da mesma forma como eles brincavam comigo. Me tornei uma pessoa interesseira; só me relacionava com quem tinha dinheiro. Comecei a sair de domingo a domingo e me tornei uma pessoa muito agressiva, pois qualquer coisa que falassem pra mim eu já partia para o braço. Sempre querendo aparecer, chamar atenção.
Por dentro eu sofria muito, pois sabia que aquilo não era vida. Eu chorava muito quando​​ ia dormir, me sentia muito sozinha. Me tornei uma pessoa depravada. No bairro onde eu morava todos falavam mal de mim; eu era uma péssima influência para as pessoas. Minha família sentia vergonha de mim.
Eu sempre senti um desejo lá no fundo de conhecer ESSE Deus que eu ouvia falar, mas não tinha forças para largar o pecado. Minha mãe já morava em outra cidade e eu ficava sozinha. Não havia ninguém para me frear; eu fazia o que “dava na telha”. Chegava a hora que queria e só vivia na rua, nos bailes, nos bares…
Até que um dia eu decidi largar tudo e fui morar com a minha mãe. Peguei minhas coisas e fui, só que o diabo não quis me perder. Ele sabia de um sonho que eu tinha no mundo, que era ser dançarina de funk. Então, quando eu já estava na casa da minha mãe, em menos de uma semana recebi uma ligação. Me fizeram uma proposta para trabalhar como dançarina de funk.
Larguei tudo e voltei para aquela vida novamente. Foi aí que eu cheguei ao fundo do poço. Conquistei esse sonho de ser dançarina, mas o vazio que eu sentia ainda estava ali. Continuava frustrada, depressiva, complexada. Até que mais uma vez eu larguei tudo e fui morar com a minha mãe novamente, dessa vez pra valer.
Chegando à cidade, entreguei minha vida para Jesus. Eu quis mudar, sempre pedia a Deus para me dar uma oportunidade de conhecê-lo melhor, e Ele me deu. Foi aí que cheguei à Igreja Universal. Me libertei de todos os meus traumas, recebi o Espírito de Deus e hoje sou uma nova Monique. Quando tive um encontro com Deus, aquele vazio que eu sentia e nada preenchia foi preenchido pelo Espírito Santo.
Uma família chamada FJU (Força Jovem Universal) me acolheu de braços abertos. Descobri a verdadeira amizade, conheci o meu esposo no grupo e hoje o nosso objetivo é ajudar os jovens que estão perdidos como um dia eu estive.
Monique