Deixe de ser escravo.

Uma só voz, uma só força, uma só luz, um povo único servindo a um único Deus!
Somos todos um único povo, uma única raça; somos todos filhos de um único Pai.
Já foi dito lá no inicio e tem se repetido por milhares de anos.
Então eu digo a você que ainda serve aos encostos:
- Para que servir de escravo de milhares de entidades, trabalhando dia e noite para sustentá-los com trabalhos se você pode abandonar tudo e todos e seguir a um único Deus sem pagar nada, sem fazer nada, basta ser correto e ter coração puro?
Não vi vantagem nenhuma em ser escravo de encosto e olha que eu servi a eles no meu tempo de ignorância espiritual. Eram madrugadas frias nas ruas entregando trabalhos, sonos mal dormidos, a vida cada vez mais enrolada e as entidades pedindo cada vez mais oferendas. Eu era escrava de um sistema a qual eu mais temia que respeitava.
Nunca vou esquecer de uma noite que eu estava farta de tudo aquilo, enquanto esperava o pai de santo fazer a limpeza espiritual na minha casa, eu que estava lá na rua, olhei para o alto e disse para Deus: Se o Senhor é o mais poderoso de todos, se o Senhor está acima de tudo e de todos, muda a minha vida que eu não aguento mais.
Daquele em dia em diante a minha vida deu um giro de 360°. Nada do que vivo hoje se assemelha a vida que eu tinha e hoje posso te dizer que sou muito mais feliz e tenho paz porque hoje eu sou livre de toda doutrina religiosa e cobrança que estas espiritualidades exigem.
O povo saiu do Egito, deixou de ser escravo, mas lá no fundo ainda está enraizado este sentimento de que temos obrigações a cumprir com o mundo espiritual e, Deus por não nos exigir nada, não é tão levado a sério. Parece até que o povo gosta de ser escravo.
Deixe de ser escravo.
Sirva a Deus.
Sabe o que Deus vai te pedir em troca?
Nada material! Ele só quer que você reconheça que Ele é Deus que está acima de tudo e de todos..
Por Daia Bem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que significa uma guirlanda em sua porta?

Não sou o que os outros querem que eu seja, eu sou quem eu tenho que ser

O mel, o leão e o enigma de Sansão!